MOMENTO DE REFLEXÃO!

Não faça nada daquilo que possas te arrepender, pois, se o arrependimento vier não terás o que fazer

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

CANTOS DA ALDEIA.

No final do mes de Novembro, durante a realização da Feira do Livro de Uruguaiana, a Academia Uruguaianense de Letras fez o lançamento da coletânea de contos e poesias "Cantos da Aldeia", trabalho este que teve a finalidade de promover obras de autores locais, ao qual tivemos o prazer de colaborar com dois trabalhos nossos premiados em concursos. O conto "Do lado de cima" agraciado com o 2º lugar no 3º Concurso ELBA de Narrativas curtas, e o causo de pescador "O Baio Dourado", que foi premiado com o 1º Lugar no Festival do Rio Uruguai em 2007.
Estiveram também participando dessa coletânea os acadêmicos: Carlos Fonttes, Daniel Fanti, Fernando Pereira da Silva Fº, Gelsa Soares Verdum, Gennaro Alfano, Jacy Ramirez Victorino, Luiz Machado Stabile, Ricardo Pereira Duarte, Tukano Neto, Vidal Faria Ferreira, e como estreantes, José Alberto de Souza Leal, Jorge Claudemir Soares e Márcio Estamado Rodrigues.

domingo, 19 de dezembro de 2010

O VÔO DO BEIJA-FLOR.

Um dia, de longe, um beija-flor voou.

Veio lépido pairar sobre o meu jardim.

Voejou e beijou, a se mostrar pra mim;

na verdade, ele não pousou! Só enganou.


Pensei-lhe inebriado, na beleza do jasmim.

Mas, enganei-me! Pois, jamais se encantou.

E, quando meu êxtase, afinal se dissipou,

De novo, foi pra longe, “fazer um novo fim”.


Beija-flor de mil cores, porque não pousas?

Porque não amenizas a lepidez do teu voar?

E satisfaz a ânsia dos que não te alcançam?


Se tu queres flor pra beijar, porque não ousas?

Porque não pousas no jasmim a te esperar?

Ou, só iludes as flores que por ti se encantam?