MOMENTO DE REFLEXÃO!

Não faça nada daquilo que possas te arrepender, pois, se o arrependimento vier não terás o que fazer

sábado, 30 de outubro de 2010

RESULTADO IV BARRA EM CANTO!

Mesa julgadora do IV Barra em Canto 2010.
Rogério Blanco Neto (fora da foto), Jorge C. Soares, Moacir Dávila Severo, Jaime Ribeiro e Clademir Soares.

Nos dias 22, 23 e 24 de Outubro de 2010, estivemos na Barra do Quaraí fazendo parte da comissão que escolheu as vencedoras do VI Barra em Canto, festival este que faz parte das comemorações do aniversário de emancipação daquele município. Devemos salientar que foi de extrema dificuldade a escolha, devido ao alto nível com que nos deparamos entre as dezoito músicas concorrentes. O resultado final, foi este:

1º Lugar- Música: Cantiga para La Negra.
Letra de Jorge Nicola Prado e Adair Philipssen
Música de Flávio Sartori
Intérprete Adam César

2º Lugar- Música: Três Bandeiras
Letra de Hermeto Silva
Música de Luis Felipe Delgado
Intérprete Luis Felipe Delgado

3º Lugar- Música: De Las Criollas de Allá
Letra de João Sampaio e Diego Muller
Música de Marcelinho de Carvalho
Intérprete Victor Salgueiro

Música mais popular: Quando Meu Coração Faz as Malas
Letra de João Albino da Rosa
Música de Germano Camargo
Intérprete João Walter

Melhor Intérprete: Francisco Oliveira da música Vivendo e
Aprendendo

Melhor Instrumentista: Thiaguinho Quadros da Gaita Botonera da
música De Las Criollas de Allá.


domingo, 10 de outubro de 2010

IV BARRA EM CANTO



Mesa de triagem do IV Barra em Canto.

Estivemos na sexta feira, dia 08/10, reunidos no município de Barra do Quaraí para a realização da escolha das músicas que subirão ao palco nos dias 22 e 23 de Outubro, no IV Barra em Canto, festival de músicas nativas realizado em homenagem as comemorações do aniversário de emancipação daquele município. Destacamos o elevado nível das composições inscritas na fase de seleção, o que veio a causar dificuldades a comissão para a escolha das dezoito composições que estarão sendo apresentadas. A referida comissão foi formada por Jaime Ribeiro, Moacir D'ávila Severo, Clademir Soares (Bimbo), Rogério Blanco Neto e este peão do Rio Grande. Foram classificadas as seguintes composições:

Fase Local:

01 – Inclemência do tempo.

L: Claudionir Araújo Bastos M: Alexandre Scherer


02 – Quando o coração faz as malas.

L: João Albino da Rosa M: Germano M. Camargo


Suplente:

01 - Campeando um mundo melhor.

L: Claudionir Araújo Bastos M: Cleber Soares


Fase Geral:

1 – Cantiga para “La Negra”.

L: Jorge Nicola Prado/Adair Philipsen M: Flávio Campos Sartori


2 – Três Bandeiras.

L: Hermeto Silva M: Luis Felipe Delgado


3 – Quartos de lua e solidão.

L/M: Marcelo P. De Carvalho/Marcelo Coelho


4 – Vanera no amanhã.

L/M: Gerson Silva de Souza


5 – Ao derramar de um poema.

L: Mário Amaral M: Diogo Mattos e Alison Martins.


6 – Lidando co'a cavalhada.

L: Paulo Ricardo M: Edson Vargas


7 – Poncho Preto.

L: Eduardo M. Marques M: Halber Lopes


8 – Galpão de estância.

L: Flávio Saldanha M: Henrique Salgueiro


9 – De las “criollas de allá”.

L: João Sampaio e Diego Muller M: Marcelinho de Carvalho


10 – Mil vozes gritam por dentro.

L: Armando Vasques M: Ricardo Carús


11 – Carretas de puro cerne.

L: Juan Daniel Isernhagen M: Lucas Mendes


12 – Vivendo e aprendendo.

L: Fonso Jacques/Sílvio Genro M: Sabani Felipe de Souza


13 – Costeiro de uma saudade.

L: Armando Vasques M: Jander Fagundes


14 – Romance do Refugado.

L/M: Luis Felipe Delgado


15 – Em mi cantar de paisano.

L: Martin Gonçalvez M: Miguel Diaz


16 – Sina das Almas.

L: Caine Garcia M: Zulmar Benites


Suplentes:

01 – Prenúncio de um tempo novo.

L: Paulo R. Costa e João Ari Ferreira M: Halber Lopes


02 – Quando a fé brota da terra.

L: Rômulo Chaves M: Ataualpa Maicá/Vinícius Urbano


03 – Romance mal escrito.

L: Mário Amaral M: Diogo Mattos